Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Entrada Jardim-Escola João de Deus História do 2.º Jardim-Escola João de Deus

História do 2.º Jardim-Escola João de Deus

Bibe“O acontecimento mais importante foi sem dúvida, a inauguração do 2.º Jardim-Escola de Coimbra e 150.º aniversário do nascimento de João de Deus.

No dia 8 de março, data em que se completava um século e meio sobre o nascimento do Poeta-Educador, foi entregue ao País mais um Jardim-Escola João de Deus, o 26.º da Associação. O ato decorreu em ambiente festivo.

Estiveram presentes o Ministro da Habitação e das Obras Públicas, Eng.º João Porto e os Secretários de Estado da Administração Interna e do Ensino Superior, respetivamente, Dr. Cruz Vilaça e Dr. Formosinho Sanches.

Os Ministros da Educação e dos Assuntos Sociais, fizeram-se representar pelo Dr. José Pereira Neto, Diretor-Geral do Ensino Particular e Cooperativo.

Também estiveram presentes o Governador Civil do Distrito, o Presidente do Município, um representante do Bispo da Diocese e mais entidades civis e militares da cidade.

Evocou a figura literária de João de Deus, o Dr. Joaquim de Magalhães, e falou sobre educação e João de Deus-Educador o Prof. Dr. Joaquim Ferreira Gomes, Presidente da Comissão Diretiva da Faculdade de Ciências da Educação e Presidente da Comissão Científica da Faculdade de Psicologia.

A aluna Marta Maria Vilaça leu o Hino de Amor e a Dr.ª Maria da Graça Pulquério Castro e Silva recitou poesias.

A sessão terminou com uma merenda oferecida pelos pais dos alunos.

Este edifício fica junto da rua a que foi dado o nome de João de Deus Ramos.” 

(Associação de Jardins-Escolas João de Deus, Relatório e Contas da Gerência, 1980)

entradaO terreno para a construção deste Jardim-Escola foi cedido pelas Construções Solum através do Dr. Mendes Silva e pela Câmara Municipal, tendo sido subsidiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, em 1971. A sua inauguração teve lugar a 8 de março de 1980. Eram valências deste espaço o ensino Pré-Escolar e o 1.º e 2.º anos do Primeiro Ciclo. Mais tarde, e desde então, foi sendo alvo de alguns melhoramentos.

Em finais dos anos 80, o Jardim-Escola foi ampliado para norte, através da construção de um segundo edifício, num terreno igualmente cedido pela Câmara Municipal de Coimbra. O projeto esteve a cargo do arquiteto Vasco Cunha, sendo que para esta ampliação foram angariadas verbas pela comissão de pais da época.

Para a construção e ampliação deste Jardim-Escola desempenhou um papel, preponderante, a diretora de então, Amélia da Cunha Ramos.

A partir da ampliação do edifício, em 1990 o Jardim-Escola passou a lecionar também o 3.º ano e o 4.º ano de escolaridade.

Posteriormente, foi ainda construído um campo de jogos coberto.